Comportamento dos preços de imóveis no Brasil e no México

Mercado imobiliário Brasil e México
Cristiane Mancini, CEIC Product Manager
Mercado imobiliário Brasil e México

Os preços da habitação são utilizados como indicadores de alta precisão das tendências dos preços de imóveis em um determinado país, restringindo-se aos imóveis residenciais, onde quer que estes estejam disponíveis.

Dada a alta correlação dos movimentos dos preços da habitação com os níveis de atividade no setor imobiliário e da construção civil, bem como a importância da aquisição do patrimônio imobiliário pelas famílias, os preços dos imóveis residenciais podem ser vistos como indicadores confiáveis do desempenho econômico.

Os preços de imóveis no Brasil sofreram reduções desde 2015 e somente no mês de janeiro desde ano uma pequena elevação na comparação quadrimestral de 0,24% (a comparação quadrimestral se encerra no mês de "Março, Junho, Setembro e Dezembro”. Para o comprador que deseja adquirir seu próprio imóvel, encontra um momento oportuno para tal aquisição por conta dos preços mais baixos bem como taxas de juros mais reduzidas. Neste sentido, é possível vislumbrar uma certa movimentação no mercado imobiliário.  O elevado índice de desemprego é uma das razões pelas quais a demanda por um novo imóvel permanece tímida.

Por outro lado, no México, os preços seguem em alta. Desde janeiro de 2016, os preços seguem nessa trajetória, com uma elevação de 9,02% no mês de janeiro deste ano na mesma base de comparação. O chamado boom imobiliário no México é o resultado da expansão do crédito à população e da entrada de investidores estrangeiros.  

 

housing-Brazil-Mexico

 

Country

25th July 2019 Comportamento dos preços de imóveis no Brasil e no México