Comércio entre Brasil e China de papel e celulose

papel e celulose
Cristiane Mancini, CEIC Product Manager LatAm
papel e celulose

Os países do BRICS produzem cerca de 23% do Produto Interno Bruto do mundo e representam cerca de 42% da população mundial, denotando e reforçando a significância do grupo na economia mundial bem como, fundamentais para o desenvolvimento e estímulo às atividades tecnológicas inclusive para o plantio.

Nesse sentido, para o presente ano, tramitam propostas para a expansão do Novo Banco de Desenvolvimento dos BRICs, destinado prioritariamente a projetos de infraestrutura, energias renováveis, construção de estradas e desenvolvimento sustentável nos países membros. Somente para o Brasil, a projeção de aportes é de cerca de US$ 621 milhões.

Uma das principais discussões da Cúpula deve permear em torno de certificações de produtos florestais entre China e Brasil. Objetivando uniformizar os certificados de defesa fitossanitária do setor de florestas plantadas e de celulose.

O Brasil detém 10 milhões de hectares plantados. As exportações do setor representam 5% das exportações brasileiras, 10% das exportações do agronegócio e mais de 42% do volume produzido é destinado à China – principal destino.

A demanda do país asiático é crescente e por se configurar positiva está no foco dos produtores brasileiros. A expansão da demanda chinesa se dá pela substituição da celulose produzida no País pela brasileira - menos custosa e com maior grau tecnológico.

Dada as razões levantadas, a cooperação bilateral, com maior interação de produtores brasileiros e consumidores chineses é benéfica para os países.
 

celulose Brasil x China

 

Não é cliente CEIC? Entre em contato com a nossa equipe para ter acesso a este e outros dados.

Country

16th Outubro 2019 Comércio entre Brasil e China de papel e celulose